Não abala mesmo

Crises 

Antes 

Era um desastre 

A crise dominava minha vida 

Demorava pra me recuperar 

Aos poucos as crises foram causando menos desastre 

Tendo pessoas que amo em minha vida 

Posso olhar para as crises como algo simplesmente 

A ser administrado 

E não me incomoda saber que outras virão 

Admito que é terrivelmente desagradável 

Mas no geral 

Da minha vida 

Uma crise ou outra 

Aqui e ali

Não abala a minha felicidade 

Aliás não abala mesmo 


Não se esqueça de conferir o Serviço de Entrega de Poesias Musicadas do Cauê, no menu acima. Espero que gostem. Grande abraço! E continuemos a trilhar os caminhos da música e da escrita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s