Tanto prazer ao recordar de alguma coisa

Hoje, durante a meditação 

me veio uma lembrança,

de quando eu tinha onze anos.

Uma garota da minha sala no colégio 

quis namorar comigo,

e eu não quis.

A questão é que eu tinha medo.

Nunca havia dado um beijo na boca antes. 

E se eu fizesse errado!?

E se todos rissem  de mim?!

Geralmente, quando me lembrou disso,

sinto um pouco de arrependimento

(Teria sido tão legal…)

Eu penso.

Mas hoje,

Assim que este sentimento veio 

Olhei para mim mesmo aos onze anos.

E foi como se olhasse para mim, 

Eu sendo um filho meu. 

Lembrei de toda a situação, 

E dei uma risada por dentro.

O meu filho de onze anos 

que, no caso, era eu mesmo, 

Se libertou 

Sendo fofo e feliz

Eu nunca senti antes 

Tanto prazer ao recordar de alguma coisa 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s