Um doar, um cuidar

Procurar manter a calma,

e não se deixar agir a partir do que a raiva impulsiona,

é, por si só,

trazer algo de bom às pessoas ao redor.

E, principalmente, às pessoas com as quais se convive.

A raiva pode ser substituída pela alegria.

Pode-se girar a visão em 180 graus:

no momento em que a raiva vem,

é possível sorrir,

rir,

e se lembrar, de que se está junto das pessoas que se ama.

Respirar

e usar meios táticos

para não obedecer a raiva.

Tudo isso é, por si só,

Um doar

Um cuidar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s