A finitude da vida e a infinitude da existência

A alma e o espírito

Olhe para a sua alma,

e veja que ela não tem uma consciência.

Olhe para a sua alma,

e sinta a sensação da finitude da vida.

Olhe para a sua alma,

e veja como ela constrói, paradoxalmente,

uma sensação de continuidade da vida.

Como se a vida fosse uma constante sem fim.

Onde, podemos descansar de tentar saber o que nos espera.

Olhe para a alma…

E agora,

olhe para o seu espírito.

E tenha a percepção da infinitude da existência

Um comentário em “A finitude da vida e a infinitude da existência”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s